quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

boca tua

"Toda nua boca tua
Boca tua toda nua
Toda límpida e ávida lua
Luando vida
Ousando mel
Puro céu toando luz
Boca em sede
braços
pernas
entre-laços
Sem segredos rumorejam
Tu-(a)-sede
Eu riacho
Num regaço saciar
Toda nua
ao mar-amar."

Nenhum comentário: