sexta-feira, 17 de abril de 2009












sinto-me inquieto...
afastado...
mas não longe!
preciso de tudo...
preciso de ti!
preciso de me dar...
preciso de ser teu!
eu não sonho...
eu navego...
porque sinto teu sal...

em mim!

7 comentários:

Moura ao Luar disse...

As imagens são poderosíssimas, e depois de as ver ler o texto... ufa, fiquei mesmo de língua de fora ;-)

Maktube disse...

Pena lobo que n tenha sido pra mim que escreveste esses post..ja q assim é.n senti nada.teria sim sido difernete se pelo menos vc tivesse mentido...pena memso ...agente ta se perdendo...

Ali disse...

Uau...a primeira foto...eu fiquei com agua na boca.
JESUS.

heheheheheheheheh

lindo poema

besos

Maktube disse...

permupwrmuE o lobo uiva na planicie gelada
a neve nas patas e o coração em brasa
o lobo caça,sente fome,pre-sente...
mas nao chega perto
ve sua comida de longe
mas a distancia nao permite aproximação
o lobo uiva buscando...
a presa olha...sentindo...
desejosa...mas tao distante...
e mais uma noite de lua alta
se vai
e nosso lobo
ainda sozinho caça.
A neve vai derreter e o verao vai chegar
e noites quentes de lua cheia
trarao caça,alento e gozo
pro nosso lobo stressado.
Beijos e promessas...

Fran Melo disse...

Humm!para quem será este
delicioso post!rsrs fiquei curiosa!rsrs...saudades.
Beijos

Hellena disse...

Saudades tuas, querido

Bjsssss quentessss
Hellena

ferafelina disse...

Vou sentir tua falta no orkut :)
Post quente...uma delícia!!!!!


bjokas!