domingo, 1 de março de 2009


Teu corpo no meu se acomoda,

Um sonho!

Num balanço gostoso e frenético,

Nosso amor toma forma.

Sinto o cheiro,

Que dos nossos corpos exala.

Perco a fala.

Sussurro em teu ouvido,

Enlouqueço-te com meus gemidos.

Corpo contorcido,

De amor entorpecido,

Prazer e sedução,

Amor sem explicação!

Nenhum comentário: