sexta-feira, 6 de março de 2009

LOBA DOMADA

Sou uma loba domada
Não aceito ser inferior
Não pretendo ser lider
Não sou autoritària
Mas,não sou submissa
Sou sincera
E quando sinto teu cheiro
Vou à caça
Te procuro em toda parte
Sou matreira nessa arte
E quando te acho
Com sede de amor
Me abrigo
Me entrego
Me submeto à você
A momentos de puro encantamento
De prazer inebriante
Corpos sedentos
Que se sustentam de beijos uivantes
De desejos incontrolàveis
Palavras loucas são murmuradas
E eu que sou uma loba
Sedenta do teu amor
Me transformo numa loba domada!
Violeta noturna











Nenhum comentário: