terça-feira, 16 de dezembro de 2008


DELEITE...
Sylvia Cohin


"Quanto no silêncio de nós dois foi dito!
Tão sôfregas carícias nos fizemos...
Latejando de desejo nos quisemos,
Entrelaçados... profanos... e benditos...!


Só me lembro dos suspiros e gemidos
Entre beijos molhados e ardentes...
Açoitando nosso ritmo cadente...
Murmúrios e apelos tão sentidos!


Toma de mim o gozo que sufoca
Cobre-me! Abre todas as comportas...
Finca a tua carne em minha entranha!


Deixa meus lábios lerem tua geografia,
Libera os teus sentidos e confia...
Entrega-te ao deleite que abocanha!"

4 comentários:

intimidades disse...

deleitei-me


Jokas

Paula

Tarcísio Buenas. disse...

excitante!

não consigo entrar no japonezuda. é para convidados?

até mais.

Fran Melo disse...

(Entrega-te ao deleite que abocanha!)
Totalmente entregue!
Beijos meus em ti
sabor saudades.

loba selvagem disse...

Deleito-me neste
desejo intenso
por ti meu amor...
Beijos quentes
espalhados meus em ti