terça-feira, 11 de novembro de 2008


TEU FRUTO, Carlos Seabra

Chupo
teu fruto
na moita
que o vento
açoita
com boca
afoita
que grita
como louca
que goza
como vento
e geme
como mulher."

Nenhum comentário: